terça-feira, 4 de outubro de 2011

atividade para 9º ano

Questionário

1- A Revolução de 1932 pode ser explicada pela:
a) tentativa de recuperação do poder pela oligarquia paulista.
b) frustração dos tenentes que foram afastados do poder.
c) manipulação política das oligarquias nordestinas.
d) luta exclusiva em torno de uma nova Constituição.
e) insatisfação contra a ditadura de Getúlio Vargas.

2-Entre as alternativas a seguir apenas uma não se relaciona com a Era Vargas. Assinale-a:
a) Censura à imprensa e violenta repressão política durante o Estado Novo.
b) Construção da Companhia Siderúrgica Nacional em Volta Redonda e fundação da Petrobrás.
c) Centralização de poderes e Revolução Constitucionalista de 1932.
d) Atendimento aos interesses das elites agrária e industrial e às reivindicações dos trabalhadores, atenuando o conflito entre o capital e o trabalho.
e) Alinhamento aos EUA/OTAN no contexto da Guerra Fria e abertura às multinacionais.

3-Entre as principais características da Constituição de 1934, podemos destacar como importantes conquistas, EXCETO:
a) a instituição do voto feminino;
b) ensino primário gratuito e obrigatório;
c) estatização das riquezas do subsolo;
d) reconhecimento dos direitos trabalhistas como o salário mínimo, a jornada de trabalho de 8 horas, férias anuais, etc;
e) liberdade de expressão sem restrições à imprensa.

4- Com respeito à Ação Integralista no Brasil, na década de 1930, é correto afirmar que
a) foi uma cópia fiel do fascismo italiano, inclusive nas cores escolhidas para o uniforme usado nas manifestações públicas.
b) foi um movimento sem expressão política, pois não tinha líderes intelectuais, nem adesão popular.
c) tinha como principais marcas o nacionalismo, a base sindical corporativa e a supremacia do Estado.
d) elegeu católicos, comunistas e positivistas como antagonistas mais significativos.
e) foi um movimento financiado pelo governo getulista, o que explica sua sobrevivência.

5- São características do Modelo Autoritário do Estado Novo (1937-1945), implantado por Getúlio Vargas, EXCETO:
a) ampliação dos poderes do Chefe do Executivo Federal.
b) estabelecimento de formas de controle da vida política.
c) estrutura corporativa dos mecanismos de inserção no sistema político.
d) sistema de cooptação dos estados através da adoção do federalismo.

6- Durante o Estado Novo, entre 1937 e 1945, o Brasil progrediu consideravelmente.
Sobre o modelo político desses anos e fatos destacados, assinale a única alternativa INCORRETA.
a) Para divulgar as realizações governamentais foi criado o DIP - Departamento de Imprensa e Propaganda.
b) Visando dar a seu modelo político uma fachada democrática, Vargas permitiu o funcionamento do Poder Legislativo, desde que este fosse submisso à sua vontade.
c) O Estado Novo era corporativista e assim não permitia greves, não deveria existir a luta de classes.
d) Enquanto ocorriam as vitórias nazi-fascistas na Segunda Guerra Mundial Vargas obteve tecnologia e empréstimos dos Estados Unidos e construiu a Companhia Siderúrgica Nacional, alegando que os alemães tinham também interesse em construí-la.
e) Extinguindo as milícias cívicas, Vargas golpeava a estrutura e prestígio do Integralismo, provocando o ataque de seus partidários ao Palácio da Guanabara (1938).

7- Entre as características da nova ordem política brasileira implantada com o Estado Novo estava
a) a formação de um governo democrático que fizesse frente à escalada da Ação Integralista Brasileira.
b) a mobilização política do campesinato, para fortalecer as bases de apoio das oligarquias tradicionais.
c) a participação do Estado na economia, para assegurar a industrialização no contexto internacional, caracterizado pela ascensão de regimes fortes.
d) a formação de uma aliança da esquerda com os liberais, numa frente única nacionalista.
e) a retirada do apoio brasileiro aos sistemas de acordos interamericanos.

8- ---- split --->(Jornal do Século, 26/11/2000)

Na década de 30, para combater o governo estabelecido por Getúlio Vargas, os paulistas pegaram em armas. Os cartazes acima fazem parte da sua propaganda, pedindo a colaboração da população no esforço de guerra.
A Revolução de 1932 ocorre na seguinte conjuntura política nacional:
a) aprovação do novo Código Eleitoral sem o voto secreto
b) perda da hegemonia política pela oligarquia paulista em nível federal
c) intervenção do poder federal no governo de São Paulo por meio da política dos governadores
d) aliança entre o Partido Popular Progressista e produtores rurais intermediada por militares tenentistas

9- Em março de 1934, Luís Carlos Prestes fundou uma frente popular, a Aliança Nacional Libertadora, que objetivava atrair setores democráticos e antifascistas da sociedade para um programa de reformas políticas e sociais. O governo de Vargas perseguiu Prestes devido à
a) emergência de regimes autoritários na Europa influenciando a organização partidária no Brasil.
b) cooptação dos sindicatos pelo Estado, com suas sedes tornando-se locais da propaganda oficial.
c) proposta política de estabelecer um governo revolucionário no Brasil alinhado com a União Soviética.
d) organização da Ação Integralista Brasileira, que defendia um projeto de Estado autoritário para o país.
e) rivalidade entre integralistas e aliancistas, os quais mobilizaram o país, ampliando o clima de confrontos.

10- Getúlio Vargas até hoje é um nome conhecido por muitos brasileiros. A maneira de Getúlio Vargas governar, nas décadas de 30 a 50, modo esse típico da América Latina, denominou-se Populismo.
O Populismo varguista também é chamado de Trabalhismo, uma forma específica (própria dele) de Getúlio lidar com a questão dos trabalhadores.

Em relação ao Trabalhismo de Vargas é correto se afirmar que:

I - As leis trabalhistas de Getúlio só valiam para os trabalhadores urbanos. Porém sabe-se que, na época, 60% dos brasileiros viviam no campo.
II - O campesinato brasileiro foi amplamente beneficiado pelas leis trabalhistas, visto que Getúlio defendia a Reforma Agrária.
III - A concessão de direitos trabalhistas estava voltada a evitar greves, uma vez que o pacto populista, proposto por Getúlio aos trabalhadores, buscava inibir o avanço das forças trabalhistas com vistas a uma revolução socialista igual à da Rússia.
IV - Getúlio concedeu o direito de greve aos trabalhadores, subordinando os sindicatos ao Ministério das Relações Exteriores.
V - O Estado Novo se valia do Departamento de Imprensa e Propaganda (DIP). A propaganda política tentava convencer os brasileiros de que Getúlio era o "pai dos pobres".

Estão corretas as afirmações:
a) I, II e III.
b) I, II e IV.
c) I, III e V.
d) II, III e V.
e) III, IV e V.

11-Sobre o processo de industrialização no Brasil, no século passado, é correto afirmar que
a) sofreu, na década passada, um salto de qualidade, perdendo seu caráter dependente e tecnologicamente atrasado.
b) consolidou-se somente quando o Estado, depois de 1930, tomou a iniciativa de assegurar sua implementação.
c) conheceu sua fase de maior crescimento a partir do momento em que o país aderiu à globalização e ao neoliberalismo.
d) passou por suas duas maiores fases de estagnação durante as duas guerras mundiais.
e) vivenciou durante o milagre econômico dos anos 1969-1973 várias greves operárias generalizadas.

12- O Departamento de Imprensa e Propaganda (DIP), criado em 1930 por Getúlio Vargas,
a) era um órgão que garantia a liberdade artística, jornalística e dos demais meios de comunicação do Brasil na era Vargas.
b) promovia manifestações cívicas, nas quais os sindicatos de esquerda tinham um papel importante de conscientização das massas.
c) estimulava a produção de filmes nacionais e concursos de música e defendia o direito de os sindicatos realizarem seus comícios e suas greves.
d) aproveitou-se do programa Hora do Brasil, que, além de transmitir notícias políticas e informações, servia como porta de entrada para as ideias liberais de Vargas.
e) era responsável por controlar os meios de comunicação e promover a propaganda do Estado Novo.

13- Considere o contexto de polarização das forças políticas do Entre-Guerras no Brasil, relacionando as agremiações políticas mencionadas na coluna I com as características arroladas na coluna II.

COLUNA I
(1) Aliança Nacional Libertadora
(2) Ação Integralista Brasileira

COLUNA II
(    ) Tinha como base política setores conservadores da intelectualidade, da classe média urbana, do exército e das elites.
(    ) Defendia um Estado autoritário, nacionalista, corporativista, antiliberal e anticomunista, dirigido pelas elites esclarecidas.
(    ) Tinha características de uma frente popular antifascista, composta por ex-tenentes, democratas, sindicalistas, socialistas e comunistas.
(    ) Defendia a constituição de um governo popular nacional.
(    ) Defendia o não-pagamento da dívida externa e a luta contra o imperialismo.

A correta numeração da segunda coluna, de cima para baixo, é
a) 1 - 1 - 2 - 2 - 2
b) 1 - 2 - 2 - 1 - 2
c) 1 - 2 - 1 - 1 - 1
d) 2 - 2 - 1 - 1 - 1
e) 2 - 1 - 2 - 2 – 1

14- A cidadania expressa-se no usufruto de direitos civis, políticos e sociais. Vargas, no Estado Novo (1937 a 1945), atendeu às demandas sociais com a legislação trabalhista. Porém, ao iniciar seu governo, restringiu o exercício da cidadania no que concerne aos direitos políticos, ao
a) submeter a administração dos Estados ao controle dos órgãos federais.
b) centralizar o poder, governando com base em medidas provisórias e decretos-leis.
c) fechar o Congresso, extinguindo os partidos políticos e outorgando uma nova Constituição.
d) fortalecer a liderança pessoal do presidente junto aos trabalhadores por meio de garantia de direitos sociais.
e) nomear militares para postos no governo dos estados nordestinos, limitando o poder dos antigos oligarcas.

15- O populismo brasileiro surge sob o comando de Vargas e os políticos a ele associados. Desde 1930, pouco a pouco, vai-se estruturando esse novo movimento político. Ao lado das medidas concretas, desenvolveu-se a ideologia e a linguagem do populismo.
            (IANNI, Otávio. In: MOTA, Myriam Becho e BRAICK, Patrícia Ramos. "História: das cavernas ao Terceiro Milênio". São Paulo: Moderna, 1997.)

Duas ações representativas do populismo varguista estão apontadas em:
a) implantação de organizações econômicas e redistribuição de terras aos camponeses
b) estatização das indústrias de bens de capital e limitação dos investimentos estrangeiros
c) modernização das estruturas econômicas e concessão de direitos aos trabalhadores urbanos
d) adoção de discurso antiimperialista e estímulo ao alistamento contra a ingerência norte-americana.

 Por causa da nossa 'Aliança'
Acabará caindo, acabará caindo.
O Gegê tá de calças na mão

Por causa da nossa revolução
O povo todo já está cansado
De ser explorado
16- Por este ladrão!
O Gegê entrou num botequim

Bebeu cachaça e saiu assim...
Levando um tamanho chute
Foi tomar vermute
Com amendoim".

            (VIANNA, Marly de Almeida Gomes. "Revolucionários de 35: sonho e realidade". São Paulo: Companhia das Letras, 1999. p. 561.)

Os versos transcritos foram cantados pelos "aliancistas", nos primeiros anos da Era Vargas (1930-1945). Com base nos versos e nos conhecimentos sobre a Era Vargas, considere as afirmativas a seguir.

I. Teve como um de seus aspectos marcantes a tendência à democratização do Estado.
II. A Aliança Nacional Libertadora (ANL) foi um movimento que congregou diversos atores sociais: partidos políticos, sindicatos, associações e entidades diversas, sendo suas principais forças políticas os Tenentes e os comunistas.
III. O suposto Plano Cohen, imputado aos comunistas pelos oficiais do exército, auxiliou no recrudescimento da repressão anticomunista no país e foi uma das justificativas para a implantação do Estado Novo.
IV. Com a aquiescência dos comunistas, o governo Vargas preparou os instrumentos de apoio à ANL, primeira tentativa de organização da sociedade civil no Brasil, aprovando a Lei de Segurança Nacional, visando ao combate dos crimes contra a ordem política e social.

Estão corretas apenas as afirmativas:
a) I e IV.
b) II e III.
c) III e IV.
d) I, II e III.
e) I, II e IV.

17- O lema "50 anos de Progresso em 5 anos de governo", caracterizava-se pelo domínio de nosso mercado interno por parte das grandes empresas multinacionais que se instalaram no país, sob a presidência de(o):
a) Juscelino Kubitscheck.
b) Getúlio Vergas.
c) General Eurico Gaspar Dutra.
d) Jânio Quadros.
e) General João Figueiredo.

18- O controle dos votos nas eleições pelos coronéis na República das Oligarquias, era chamado de:
a) Eleições do Cacete;
b) Curral eleitoral;
c) voto de cabresto;
d) voto censitário;
e) voto distrital.

19- A crise de 1929, que teve início nos Estado Unidos, afetou o Brasil econômica e politicamente,  provocando sobretudo:
a) a crise nas exportações industriais, prejudicando a burguesia;
b) a redução dos investimentos estrangeiros na extração do látex;
c) o aumento do desemprego nas atividades comerciais e as greves operárias;
d) um salto nas exportações devido ao desabastecimento norte-americano;
e) a crise na lavoura cafeeira, comprometendo a "República das Oligarquias".

20-Apesar de a derrota militar, os paulistas alcançaram seu objetivo político com a Revolução Constitucionalista de 1932 pois, em 1933, foi convocada uma Assembléia Constituinte e em 1934 foi promulgada uma Constituição com importantes conquistas, entre as quais se destacam, EXCETO:
a) o voto secreto;
b) a representação classista no Congresso Nacional;
c) o direito de greve aos operários e camponeses;
d) a instituição do voto feminino;
e) o número de deputados no Congresso, proporcional ao número de habitantes de cada estado.

   
OBS.  CONFIRA SE AS QUESTÕES RESPONDIDA ESTÃO CORRETAS SOMENTE DEPOIS DE RESOLVIDAS.

BOA SORTE!










2 comentários:

Concursos e Concurseiros disse...

CADÊ AS RESPOSTAS?

Unknown disse...

kd o gabarito?

Postar um comentário